A última vez que Ela tinha visto algo tão bonito fora antes de nascer. Ou pelo menos era isso que ela pensava. Não se lembrava de muita coisa de antes de nascer, e mesmo com todo mundo dizendo que o ante-nasce era algo para apagar da memória, algo feio e errado, algo herético, Ela ainda se agarrava àquela memória como se fosse a única coisa que a mantivesse viva.

Continue reading

Advertisements

SOBRE TER VINTE

SOBRE TER VINTE

Hoje eu terminei de ler o primeiro livro da série A Torre Negra, “O Pistoleiro”. Na minha pressa para começar a leitura, pulei os textos iniciais e parti direto para a história, só retornei hoje. O primeiro texto presente na edição que eu escolhi tem o título “On Being Nineteen” (Sobre Ter Dezenove [anos]), e é essencialmente um relato do King sobre o que ele queria escrever, por que ele queria escrever, como ele queria escrever.

Continue reading “SOBRE TER VINTE”

PRIMEIRA IMPRESSÃO: Class

PRIMEIRA IMPRESSÃO: Class

Sinopse: Class é uma série britânica de drama e ficção científica, e um spin-off de Doctor Who. Foi criada e escrita por Patrick Ness, que também produz ao lado de Steven Moffat, showrunner e escritor principal de Doctor Who. A série vai focar num grupo de seis estudantes e funcionários da Coal Hill Academy, lidando com ameaças alienígenas.

Continue reading “PRIMEIRA IMPRESSÃO: Class”

Resenha: A Gathering of Shadows, Tons de Magia Vol.2 (V. E. Schwab)

Resenha: A Gathering of Shadows, Tons de Magia Vol.2 (V. E. Schwab)

                Sinopse (do primeiro volume): Kell é um dos últimos Viajantes — magos com uma habilidade rara e cobiçada de viajar entre universos paralelos conectados por uma cidade mágica. Existe a Londres Cinza, sem magia alguma. A Londres Vermelha, onde vida e magia são reverenciadas, e onde Kell foi criado ao lado de Rhy Maresh, o boêmio herdeiro de um império próspero. A Londres Branca, um lugar onde se luta para controlar a magia, e onde a magia reage, drenando a cidade até os ossos. Oficialmente, Kell é o Viajante Vermelho, encarregado das correspondências mensais entre a realeza de cada Londres. Extra-oficialmente, Kell é um contrabandista, atendendo pessoas dispostas a pagar por mínimos vislumbres de um mundo que nunca verão. Fugindo na Londres Cinza, Kell esbarra com Delilah Bard, uma ladra com grandes aspirações. Magia perigosa está à solta e a traição espreita em cada esquina. Para salvar todos os mundos, Kell e Lila primeiro precisam permanecer vivos. Continue reading “Resenha: A Gathering of Shadows, Tons de Magia Vol.2 (V. E. Schwab)”

RESENHA: Odd Para Sempre, Odd Thomas Vol.2 (Dean Koontz)

RESENHA: Odd Para Sempre, Odd Thomas Vol.2 (Dean Koontz)

     Sinopse: Odd Thomas, um jovem cozinheiro de uma cidadezinha californiana, vê e ajuda os mortos da melhor forma que pode. Um dia Odd se sobressalta ao ver um estranho sentado ao balcão do restaurante onde trabalha: ele está cercado de bodachs, entidades que só se mostram quando algum desastre de proporções gigantescas está para acontecer. Na casa do suspeito ele encontra um arquivo sobre os piores assassinos da história e um portal para os bodachs – indícios suficientes para Odd temer um assassinato em massa. Com a ajuda de um grupo de amigos, ele se lançará em uma corrida contra o tempo para salvar os habitantes.

Continue reading “RESENHA: Odd Para Sempre, Odd Thomas Vol.2 (Dean Koontz)”

RESENHA: Winger (Andrew Smith)

RESENHA: Winger (Andrew Smith)

Sinopse: Ryan Dean West tem catorze anos e já está quase terminando o ensino médio em um internato para crianças ricas. Ele está morando no Opportunity Hall, o domritório dos problemáticos, no mesmo quarto que o maior valentão do time de rugby. E ele está perdidamente apaixonado por sua melhor amiga Annie, que vê nele um “garotinho”. Com a ajuda do seu senso de humor, colegas do time de rugby e sua inclinação para desenhar tirinhas, Ryan Dean consegue sobreviver as compicações da sua vida e até encontrar um pouco de felicidade pelo caminho. Mas quando o inimaginável acontece, ele tem que descobrir como se segurar ao que é importante, mesmo quando parecer que tudo desmoronou.

Continue reading “RESENHA: Winger (Andrew Smith)”